Assinatura RSS

Musculação fortalece músculos e ossos e emagrece!

Publicado em
O perfil de quem freqüenta a musculação, hoje, é bem diferente daquele que se via nas academias há dez anos. Em meio a homens e mulheres fortes e malhados, não é raro encontrar adolescentes e até idosos ‘puxando ferro’. Muitos, inclusive, cumprindo ordens médicas.
A mudança nada tem a ver com a criação de uma versão light do exercício. O objetivo ainda é fortalecer e tonificar os músculos, com movimentos repetitivos e sobrecarga de pesos. Mas alguns mitos sobre o aumento da massa muscular perderam a força, e a prática já é aceita como importante coadjuvante na manutenção da saúde.
Esse reconhecimento se deve em parte à adoção de hábitos cada vez mais sedentários. Nossos antepassados precisavam andar quilômetros, nadar e até lutar para conseguir alimentos. Hoje, mexendo apenas os dedos para discar, é possível obter uma refeição completa em poucos minutos. Parece uma evolução e tanto, sem dúvida. Mas os músculos e ossos foram os que mais perderam com todas essas conquistas da modernidade.
É aí que entra a musculação. “Ela é uma saída para exercitar grupos musculares que raramente usamos e prevenir problemas gerados pela falta de uso, como desvios posturais, falta de flexibilidade, complicações vasculares e fraqueza muscular”, garante o fisiologista Turíbio Leite Barros Neto, coordenador do Centro de Medicina da Atividade Física e do Esporte da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
Sustentação e proteção a músculos e ossos
A prática é perfeita para quem está parado. Mexe com o corpo todo e não exige tanto fôlego. Também faz bem ao coração: trabalhar os músculos das pernas, acredite, facilita o retorno do sangue aos membros. Por tudo isso, nem o atleta profissional está liberado do treinamento com pesos. Segundo o personal trainer José Carlos Gallo (RJ), a partir dos 25 anos o corpo começa a perder massa magra e a acumular gordura. “Quem não exercita os músculos chega a reduzi-los de 8 a 10% por década. Sem falar que, aos 60 anos, a massa magra é 30 a 50% menor do que na juventude. E o depósito de gordura, cerca de 11% maior”, avisa. Resultado: flacidez, maior atrito entre as articulações, ossos fracos. A musculação consegue interromper e reverter o processo, por isso é recomendada até para idosos. Com a musculatura fortalecida, eles sustentam melhor a coluna e estão mais protegidos das quedas. Também conseguem brecar a osteoporose. “A tração mecânica que tonifica os músculos estimula o depósito de cálcio nos ossos, fortalecendo-os”, explica Turíbio Leite.
Tem de ter consciência e disciplina sempre
No outro extremo, exercitar a musculatura desde cedo só traz benefícios. Porém é preciso ter consciência corporal e maturidade para se malhar com pesos. Adolescentes devem pegar leve para não atrapalhar o crescimento, especialmente os meninos, que desejam músculos salientes. “Os hormônios ainda não estão a todo vapor e isso pode interferir no ganho da massa muscular”, orienta o fisiologista. Exames clínicos e ortopédicos e um treino orientado, vale ressaltar, são fundamentais em qualquer idade. O ortopedista João Gilberto Carazzato, chefe do grupo de medicina esportiva do Hospital das Clínicas (SP), garante que a execução errada dos movimentos e a escolha aleatória de carga ou repetições podem causar lesões na coluna vertebral, nos ombros e nos joelhos. Portanto, com orientação e consciência, mais do que um corpo enxuto, você exibirá saúde cada vez que mostrar seus bem torneados músculos.
Seu objetivo primordial é emagrecer?
Hoje, há quem defenda que exercitar os músculos antes dos exercícios aeróbicos é mais eficaz para reduzir a gordura corporal do que o contrário. O professor de musculação Sérgio Hanna (SP) foi um dos primeiros a adotar o novo treinamento. “Os alunos perdem até 4 kg e 3 cm de cintura em apenas um mês. E a redução só não é maior porque eles, paralelamente, aumentam a massa muscular”, afirma. A explicação está nos ‘combustíveis’ que o corpo usa durante a atividade. Nos primeiros 30 minutos, a energia vem dos carboidratos (de consumo fácil). Depois, a fonte é a gordura (moléculas difíceis de serem absorvidas). Se o aluno dedica a primeira meia hora à musculação, quando passar para os aeróbicos a queima de massa gorda tende a ser maior. Outra vantagem: melhora o desempenho em ambos os exercícios. “Feitos antes, os movimentos nos aparelhos saem com mais perfeição. E, com os músculos fortes e alongados, é mais fácil encarar uma atividade acelerada depois.”
Além disso, os músculos consomem muito mais calorias que a gordura. Para cada 500g de músculos adquiridas, você gasta cerca de 50 calorias a mais. Logo, quanto mais músculos, menos gordura. O que viraria estoque no seu abdômen vira alimento dos músculos.
Créditos: Mais que beleza
Anúncios

»

  1. ADOREI A MATERIA,Mais musculaçao é o unico exercico que nao gosto de fazer!!beijos

  2. Olá,

    Gostei muito de seu post. Parabéns!!!

    Deseja Ter Músculos de Forma Rápida e Saudável?

    Conheça Este Sensacional Método Simples Prático e Obtenha Resultados Incríveis!!!
    http://www.comoganharmusculos.vai.la

    ENTRE EM NOSSO SITE E CONHEÇA OS DETALHES…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: